15 de setembro de 2014

Resenha: Ela disse Ele disse

Autor: Thalita Rebouças
Editora: Rocco/ Jovens leitores
Edição: 1/2010
Número de Páginas: 192

Primeiro dia numa escola nova é sempre complicado: a gente se sente um peixe fora d'água. Enquanto todos os outros alunos são ( ou ao menos parecem ser) melhores amigos de infância, os novatos ficam pelos cantos, sem jeito, pensando em qual seria a melhor tática de aproximação. Mas será que fazer amigos e se adaptar a uma nova realidade é mais fácil para uma menina ou para um menino?

Todo mundo tem um pecado que não pode contar, dos mais bobinhos aos nem tanto, a verdade é! Ninguém é de ferro. Por esse motivo e pelo motivo da leitura, que aqui no caso é “Ela disse Ele disse”, da linda da Thalita, me vi diante do meu tentador: tramas adolescentes. Pera! Quando digo tramas adolescentes, é tipo primeiro amor, descobrindo a sexualidade, intrigas bobas, e por aí vai... Sem vampiros ou lobisomens, ou pós-apocalípticas, que fique bem claro. O bom e velho clichê da adolescência (escrevi isso suspirando). Mesmo já tendo visto um filme assim, outro também, o meu vizinho, meu amigo, sempre será uma delicia ver, rever quantas vezes for possível, por mais batido que pareça, as aventuras da garotada (como se eu fosse um velhote).

Leo e Rosa são novos no colégio. Rosa é mais fechada, observadora, Leo é boa pinta, simpático. Universos diferentes de frente a  situação do primeiro dia de aula, entrosamento na certa. Diante dessa premissa Thalita nos leva em um twist de opiniões divergentes, mas que no fundo são bem iguais, sobre namoro, amizades, etc.

Um detalhe bem curioso da narrativa, é que os parágrafos do Leo são sempre mais curtos em relação ao da Rosa, mostrando claramente a diferença do olhar entre os sexos.

A trama em si não encarambola (inventei essa palavra/gênio) muitos elementos não, se sustenta na tensão “gosto ou não gosto” dos protagonistas.  A Thalita usa o clichê da trama ao seu favor, criando um ambiente seguro, sem firulas, abusando do humor, o que torna tudo tão agradável e adocicado.

Sabe aquela história que você conhece o final e mesmo assim se delicia com sabor de novidade, Ela disse Ele disse é assim!

Vídeo Resenha:


Nota: (5)

Nenhum comentário:

Postar um comentário