17 de julho de 2013

Resenha: Ecos da Morte

AutorKimberly Derting
Editora: Intrínseca 
Edição: 1/2011
Número de Páginas: 272

Violet Ambrose tem dois problemas – o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela começa a ficar cada vez mais incomodada com sua estranha habilidade – Violet encontra cadáveres. Desde pequena ela percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos, apenas os das vítimas de assassinato. Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas, agora que um serial killer está aterrorizando a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas assassinadas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.

Ecos da Morte, primeiro livro da série “The Body Finder” é uma mistura de gêneros (mistério, sobrenatural e romance) que se intercalam entre os capítulos do livro, criando inicialmente o tom necessário para uma trama dosada e agradável, mas em seu decorrer, se perde no costumeiro vicio dos livros de romance sobrenatural. O melodrama da protagonista.

Violet tem o dom de encontrar mortos, e ela lida com essa anormalidade desde pequena, mas de uma hora para a outra na história ela não se sente confortável diante de sua situação, transformando a habilidade chave para desvendar o mistério em um fardo.

O mistério desse livro é um dos pontos fortes, ele é trabalhado muito bem o livro todo, ou quase todo, pois se destrói na tentativa da autora em revelá-lo inserindo outro mistério que acaba soando previsível em sua conclusão.

O romance é clichê, e poderia muito bem ser dispensado, ou pelo menos, sem tanto foco, pois torna alguns capítulos enjoativos.

Esperava algo mais voltado pro Thriller, mas Ecos da Morte é mais um livro que segue a moda dos sobrenaturais, sem ser necessariamente um. 


Nota: (3)


Um comentário:

  1. Oieee, depois de dois meses eu venho aqui ler sua resenha que me convidou pelo skoob hahah
    Eu não estava entrando, mas agora voltei \o/

    Adorei sua resenha e concordo contigo, eu também esperava algo mais forte, mas como toda menininha não posso reclamar do romance enjoativo hahah
    Mas no final das contas, ler é sempre bom!
    Beijinho e desculpe a demora uauauhhuau ;**

    webteentwl.blogspot.com

    ResponderExcluir