13 de junho de 2012

Resenha: Morto até o Anoitecer


Autor: Charlaine Harris
Editora: Ediouro
Edição:
 1/2001
Número de Paginas : 314

Esqueça tudo o você já ouviu sobre vampiros. Os mortos-vivos ganharam o direito de existir legalmente. O vampiro Bill Compton está disposto a tudo para se estabelecer em sua cidade natal. O que ele não contava era com uma série de assassinatos inexplicáveis, a desconfiança dos moradores locais e o envolvimento com uma bela - e teimosa - garçonete telepata.

...

Sendo fã de suspense e mistério, este livro chamou muito a minha atenção. E com toda a certeza ele realmente se encaixa em ambos os estilos citados, deixando-nos mais curiosos a cada linha, misturando a fantasia com a realidade, e uma pitada de romance em um morto-vivo.

A história de Harris é contada por Sookie Stackhouse (em primeira pessoa), uma garçonete de uma cidadezinha no interior de Lousiana – Estados Unidos – órfã, que mora com a avó, Adele, e tem um irmão mais velho, Jason. Com 25 anos, Sookie, uma mulher ainda virgem, que teve poucos relacionamentos, é considerada louca em Bon Temps, mas nenhum cidadão sabe ao certo explicar o porquê. A verdade é que Sookie é uma telepata: ela consegue ouvir, ou sentir os pensamentos alheios...

Poster da série (True Blood)
inspirada no livro.
O que acaba confortando a cabeça e a vida da garota é o encontro inusitado com o vampiro Bill Compton, de quem ela não consegue ouvir nenhum pensamento sequer, deixando sua convivência ao lado dele muito mais agradável do que com qualquer outro homem. Em meio de uma série de assassinatos estranhos em Bon Temps, Sookie e Bill vivem um intrigante romance, rodeado de mistérios e cheio de surpresas.

O livro é muito bom. O que me deixou um pouco espantada foi o fato de conter algumas cenas eróticas... Mas para quem assiste à série de televisão ‘True Blood’, originada do livro, não é nenhuma surpresa. Eu, pessoalmente, assisti apenas a alguns episódios da primeira temporada, mas ouvi comentários de que, dessa vez, a série é muito melhor que o livro.

Ainda assim, Charlaine mostra-se uma ótima autora, e consegue satisfazer os leitores com esse suspense romântico. Porém, ela deixa em defasagem o despertar da vontade do leitor de continuar lendo a série de livros. Eu, por exemplo, não pretendo ler os próximos livros, por isso este aqui recebe nota quatro. Mas recomendo sim, e particularmente, prefiro à Saga Crepúsculo, que é mais ou menos no mesmo estilo.

Nota: (4)





*Resenha por Fernanda

6 comentários:

  1. Oi Murilo!
    Adorei essa resenha, adoro esses livros "darks"!
    Não esquece da passar lá no Foolish Happy viu parceiro ;)
    foolishhappy.blogspot.com.br

    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que você curtiu tainara :D eu também sou fãzassa de "darks" hehe... em breve trarei pra cá O Pacto ! Aguarde ;)

      Excluir
  2. Oi Mu... Fernanda! =P
    Não conhecia o livro, na verdade até conhecia, mas não sabia que era esse o nome nacional dele, foi uma surpresa perceber que já conhecia essa estória quando lia a resenha.
    Vi a primeira temporada de True Blood, achei legal, mas não me fez ter muita vontade de continuar não. Por isso nunca tive muita vontade em ler os livros que originaram a série.
    Gostei bastante da sua resenha, apesar de ter achado a citação à Crepúsculo um pouca fora de contexto, já que ambas não possuem mais semelhanças além do sobrenatural.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Will, obrigada pela dica hehe , sou nova nisso ainda . aushuiahsuih , mas eu quis dizer que prefiro essa série a saga crepúsculo, e são mais ou menos no mesmo estilo sim, o livro pelo menos é, porque tem bastante romance sobrenatural e ela fica um pouco divida entre o Sam(um mutante) e o Bill ... foi por isso que eu citei :D ahsiauhsiuahs enfim, da próxima vez prometo que presto mais atenção a esses detalhes :D beeijão , obg .

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bom?
    Não conhecia o livro e fiquei besta quando
    você disse que a série é baseada nele,
    preciso ler gostei muito da sinopse, para quando for ver a série
    saber um pouco mais.
    Que legal que a autora consegue misturar misterio e romance.
    Otima resenha.
    Poliana Araújo
    Território das garotas
    @territoriodg
    Bjss *-*
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. É, como você disse, não é nenhuma novidade ter cenas eróticas no livro. Eu vi alguns episódios da série, mas fiquei espantada com aquelas cenas. :x AUHSHAUSHAU
    Mas mesmo assim, essa é uma série de livros que eu quero muito começar a ler. Tanta gente é tão fã que chega a me dar vontade de ler logo!

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir